Portugal: Resort no Algarve tem 270 vagas de emprego disponíveis

Pine Cliffs Resort tem disponíveis vagas ligadas, sobretudo, a áreas operacionais, como cozinheiros e empregados de mesa. Na próxima terça-feira, haverá dia aberto, no qual serão feitas entrevistas.

Com a época alta já a caminho, o Pine Cliffs Resort, no Algarve, está à procura de 270 trabalhadores para diversas posições, de bagageiros a empregados de mesa, passando por monitores de crianças. A diretora de recursos humanos, Nicole Guerreiro, explica que procuram “perfis dinâmicos” que, “acima de tudo”, tenham vontade de aprender e crescer. Não adianta, contudo, para já que salários estão em cima da mesa. 

Para preencher essas vagas, o Pine Cliffs Resort vai promover na próxima terça-feira, dia 30 de janeiro, um dia aberto, no qual os candidatos terão a oportunidade de conhecer o espaço e as equipas.

“O nosso open day será das 10h00 às 16h00. Em primeiro lugar, faremos uma apresentação do resort com testemunhos de trabalhadores“, adianta Nicole Guerreiro, numa conversa exclusiva com o ECO.

De seguida, os candidatos vão ser organizados em grupos por áreas de interesse e as chefias vão realizar um tour pelo resort com os candidatos. Visita terminada, terão, então, lugar as entrevistas.

Segundo a diretora de recursos humanos, a maioria das vagas disponíveis está ligada a “áreas mais operacionais”, como empregados de mesa, cozinheiros, fiéis de armazém, empregados de quarto, rececionistas, bagageiros, monitores de praia e piscina, e monitores de crianças.

Ao ECO, Nicole Guerreiro esclarece que estas vagas resultam da sazonalidade que marca o emprego no Algarve, mas também do crescimento da atividade do resort e da diversidade do negócio, que “leva à criação de novos postos e trabalho com contratos sem termo”.

A propósito, questionada sobre o tipo de vínculos que estarão disponíveis no dia aberto, a responsável salienta que “é inevitável a existência de contratos a termo certo“, face à sazonalidade. Mas assegura que há várias áreas onde os contratos permanentes são uma realidade.

Já quanto aos salários, Nicole Guerreiro diz que o Pine Cliffs Resort “não tem por hábito divulgar” essa informação e nem sinaliza se os ordenados que estão em cima da mesa estão em linha com a média do mercado ou superam essa fasquia.

Ainda assim, a responsável destaca que está à disposição “um pacote de benefícios atrativo” tanto para os contratados de forma permanente, como para os trabalhadores a prazo. Além disso, o resort garante “um plano de formação e desenvolvimento para cada área de trabalho“.

“O facto do Pine Cliffs pertencer a um grupo que detém outras propriedades em Portugal dá aos candidatos uma maior oportunidade de evolução na carreira e de desenvolvimento profissional”, acrescenta ainda Nicole Guerreiro. Em Portugal, o grupo UIP tem sob a sua alçada, por exemplo, o Sheraton Cascais Resort, o Hyatt Regency Lisboa e o Yotel.

Desde o fim da pandemia que o setor turístico tem enfrentado uma série escassez de mão de obra, o que se reflete em dificuldades no recrutamento. Ao ECO, a diretora de recursos humanos do Pine Cliffs Resort assegura que as ações de recrutamento “têm sido proveitosas” até à data, mas detalha que “a área de F&B (comida e bebida) é das mais desafiantes para atrair candidatos“.

About the Author

Trabadjador - Artigos sobre Carreira, Profissão, Emprego, Vistos, Formação e Dicas para a sua vida profissional.

Enviar um comentário

Cookie Consent
Utilizamos Cookies neste site para analisar o tráfego, lembrar suas preferências e otimizar sua experiência.
Oops!
Parece que há algo errado com sua conexão com a Internet. Conecte-se à Internet e comece a navegar novamente.
AdBlock Detected!
Detectamos que você está usando um plugin de bloqueio de anúncios em seu navegador.
A receita que ganhamos com os anúncios é usada para gerenciar este site, solicitamos que você coloque nosso site na lista de permissões em seu plugin de bloqueio de anúncios.
Site is Blocked
Sorry! This site is not available in your country.